terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Minhas meninas

Fiz uns desenhos só por diversão, são essas menininhas aqui acima. Acho que são as meninas que moram dentro de mim... A bruxa, a fada, a romântica, a que usa óculos...
Foi então que me lembrei de um livro bem charmoso: “As meninas e o poeta” de Manuel Bandeira, com delicadas ilustrações de Graça Lima, organizado pelo saudoso Elias José e publicado pela Editora Nova Fronteira.

Comprei esse livro no ano passado, quando estive na FNLIJ no Rio de Janeiro e tudo o que eu pansava era livros. Foi em uma livraria-café muito particular em Santa Teresa chamada Largo das Letras – dava vontade de morar lá, desde pequena tenho vontade de morar em uma livraria, com passagens secretas... mas divago...

Voltando ao livro, se trata de uma coletânea de poemas.
 Manuel Bandeira presenteava os amigos e seus filhos com iguarias como a seguinte:

“Laura Constância

Em Laura Constância
(Que delícia vê-la
Tão perto da infância!)
Saúdo a nova estrela.”

Já pensou ganhar um presente desses?
Beijo-flor e boa terça-feira!

3 comentários:

Dalva Carrossine disse...

que delicia de comentários, rsrrs
bjs.

Lígia Tôrres disse...

Camila,
Estou adorando a nova cara do seu blog! Está muito atrativo, não dá pra parar de ler... Acho bacana a sua forma de falar sobre as coisas e sua visão do mundo. Sempre fui fã de você e Alê! Vocês vivem nos surpreendendo. Parabéns pelo trabalho e pelo blog. Estou aprendendo e descobrindo muita coisa nova aqui, vou indicar para a professora de literatura o site "conte-me uma história"! Valeu!

Camila Carrossine disse...

Oi Lígia, fico feliz que esteja gostando! Os blogs são ótimas maneiras de nos expressarmos , não é mesmo?
Eu e o Alê também gostamos muito de você e do Charles. Beijos!!